segunda-feira, 24 de agosto de 2009

África e colonialismo.Geopolítica.

Não é possível entender a geopolítica da África e os conflitos em curso naquele continente sem compreender os processos africanos de colonização e descolonização. A ocupação colonialista ocorreu em dois estágios: um de caráter mercantilista e o outro imperialista.

Exploração mercantilista.
A exploração mercantilista da África ocorreu nos séculos XV a XIX. É considerada uma colonização periférica,com a ocupação de algumas áreas litorâneas,entrepostos de comercialização de mercadorias e escravos. O continente africano era considerado importante fornecedor de mão - de - obra escrava para sustentar as colônias que se estruturavam no continente americano, além de área de apoio para reabastecer os navios que viajavam para a Ásia.
Exploração imperialista.
A partir da segunda metade do século XIX,com a ocupação efetiva do território africano pelos europeus,deu-se a exploração iimperialista. As inovações tecnológicas da Segunda Revolução Industrial aumentaram a capacidade de produção,exigindo a busca por novas fontes de matérias -primas,bem como novos mercados para os produtos.
Em 1884 - 1885, realizou -se a Conferência de Berlim;nela,as potências estabeleceram a partilha do continente africano. Isso levou à destruição das estruturas sociais e econômicas das antigas comunidades africanas.
Para definir as fronteiras de territórios coloniais, as potências européias separavam tribo amigas e colocavam num mesmo território tribos inimigas, com o objetivo de dificultar alianças que colocassem em risco seus domínios. Também tiraram tribos de suas atividades tradicionais,transferindo-as para as que mais interessavam às metrópoles, isto é, para agricultura de exportação – plantations – ou para o trabalho nas minas.

Texto da apostila do Expoente - ano 2004.

0 Comentários:

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial