quinta-feira, 5 de julho de 2012

Quem foi Tio Sam?

Com o dedo em riste,um senhor barbudo de cartola
e terno azul e vermelho ameaçava: Eu quero você.
A intimação era dirigida aos cidadãos americanos
que perambulavam pelas ruas antes da Primeira
Guerra e vinha de ...cartazes.
O sujeito ameaçador que estampava os folhetos
era Tio Sam, um homem que não existiu de fato.
A versão mais aceita ( e oficial)da criação do
personagem conta que o mito começou em um
carregamento de carne enviado para alimentar
os soldados que combatiam na guerra de 1812.
Com as iniciais "US" gravadas nas laterais,os
caixotes foram apelidados de Uncle Sam (tio
Sam) - uma referência a Samuel Wilson, o
gerente do açougue de Troy, Nova York, que
abastecia a tropa.
A imagem mais conhecida de Tio Sam nasceu,
no entanto,em 1917, nas mãos de James Flagg.
Foi o cartunista o autor do dedo indicador
apontando e dos cabelos brancos,nos quase
4 milhões de cópias espalhada pelo país- o
cartaz era uma adaptação de outro com Lord
Kitchener, um marechal inglês, como modelo.
As peças foram encomendadas pelas Forças
Armadas americanas e seriam reeditadas
durante a Segunda Guerra. Tio Sam assumia,
assim, a imagem oficial da nação americana.
Cartunistas políticos cuidaram de popula
rizar a imagem da nova figura.
Uma das caricaturas mais emblemáticas aparece
em 20 de novembro de 1869 na revista Harper´s
Weelkly. Feito pelo cartunista político Thomas
Nast, Tio Sam está sentado à mesa em um jantar
de Ação de Graças.Era o inicio da associação
do personagem a ideais valiosos aos EUA:União,
liberdade e igualdade dos povos.Os traços físicos
modernos, no entanto,surgiram na revista britânica
Punch.

Marcadores:

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial