terça-feira, 6 de dezembro de 2011

A família do Tigre



Nem só de beleza vive o Leopardo. Sua agilidade, força, astucia e pertinácia o tornam praticamente invencível. É capaz de subjugar um animal de maior porte e depois carrega-lo para o alto de uma árvore, a fim de pô-lo fora do alcance das hienas e chacais. Se um possível perigo o ameaça, é capaz de conservar-se imóvel durante horas, semicerrando os belos olhos dourados para que um raio de luz traiçoeiro não os denuncie.
Por todo os seus atributos, o Leopardo, parente do gato e do Leão, é um dos mais destacados membros da família dos Felídeos. Como eles, tem as patas anteriores terminadas em cinco dedos, enquanto as posteriores acabam em quatro. Todos os dedos dos felinos são providos de unhas curvas, cortantes e retráteis, exceto no Guepardo. A dentadura é constituída, em geral, por quatro caninos, usados para perfurar e matar.


Oitenta por hora: é o tigre.

Na família dos Felídeos, o Tigre (Panthera tigres) é o parente maior, com 300 kg de peso, 1 metro de altura e 3 metros de comprimento(80 cm de cauda), na ordem dos carnívoros o único animal que ultrapassa em tamanho é o Urso.
Originário da Sibéria Oriental, há 20 ou 30 mil anos partiu para a conquista do vasto território que hoje ocupa o continente asiático. De músculos fortes e elásticos, o tigre é capaz de matar um búfalo com uma patada e, aferroando – o com as presas, arrasta-lo por centenas de metros. Corre a uma velocidade de até 80km por hora e pode saltar a uma altura de 5 ou 6 metros; contudo, não é capaz de escalar árvores.

Manifesta maior atividade nas estações mais frescas, quando a temperatura baixa alguns graus. Seu sentido mais aguçado é a audição. A vista é tão fraca que não distingue, além de cem passos, um macaco da vegetação que o rodeia; o olfato praticamente inexiste. A hora da caça é a noite ou ao amanhecer. O resto do tempo é para dormir. Embora perigosos, os tigres geralmente não atacam o homem. Os que fazem são animais mais velhos ou estão doentes.
A maioria dos Tigres tem pelo alaranjado, com estrias transversais negras. O ventre é mais claro, as vezes branco os exemplares da índia, Birmânia e Annam (norte do Vietnã do Sul) são castanho –avermelhados, com riscas pretas. Outros, mais ou menos albinos misturam o preto com o branco. E há os que, talvez resultantes de antigos cruzamentos com leões da India possuem juba, contudo negando as aparências esses animais são considerados variedades de uma mesma espécie, cujas diversificações resultaram do contexto geográfico.




PELE MUITO COBIÇADA: É O LEOPARDO

Em quase toda a África e Ásia pode-se encontrar o Leopardo (Panthera pardus), um feroz felino de 0,80 m de altura, 1,20m de comprimento, 1 metro de cauda e 180 kilo de peso. Suas garras são anormalmente longas para os carnívoros. Muito afiadas, contituem juntamente com os dentes, perigosas armas de ataque e defesa. Suas patas, de forte musculatura, podem, de um só golpe, estripar uma girafa ou um antílope. Ágil e elástico, o Leopardo salta fossos, escala troncos, mergulha e nada; sobre pedras soltas ou folhas secas, movimenta-se sem fazer ruído. No passo, ondula ligeiramente o dorso. De repente salta no ar e cai a metros de distancia, sobre sua vitima. Ataca muitas vezes mais pelo prazer de matar do que por necessidade de alimento. Se a vitima, contudo for uma criatura humana, o leopardo a abandona em seguida, sem devora-la. O filhote leopardo tem pelo claro quase bege e branco. No animal adulto é amarelo com manchas laranja, contornadas de preto. O tamanho e a forma das manchas variam muito, de modo que não se encontram dois leopardos com a mesma pele. Constante apenas é o brilho, o comprimento e a suavidade do pelo, razão porque sua pele é tão cobiçada e custosa.
Nas selvas quentes da Malásia, Sumatra e Assã, e na Etiópia, existe uma variedade de leopardo – pantera negra – que tem pelo inteiramente preto e igualmente muito apreciado.


Constante é a Onça, malvado é o Puma.

Se na América não vive Leopardo, em compensação vive onça (phantera onça). Também conhecida por Jaguar é impropriamente chamada de Tigre, é mais feroz que este e maior que a pantera (0,80 de altura, 1,40m de comprimento, 0,60m de cauda); distribui-se desde extremo norte dos Estados Unidos até o sul da Argentina. Seu pelo, cuja tonalidade varia segundo o habitat, é ornado de fileiras longitudinais de ocelos negros, salpicados de manchas claras ocres ou brancas.
Arisca e rancorosa, a onça é também paciente e tenaz, não perdoa intrusão em seus domínios, mormente quando tem filhotes, e não deixa escapar a oportunidade de vingar-se, mesmo tempo depois do incidente.
Na época das chuvas, quando a parte baixa da floresta se transforma num enorme lamaçal, a onça escala árvores e por lá fica durante semanas, até que passem as tempestades. Na América vivem também o Puma (Felis concolor), chamada suçuarana, leão da montanha e leão americano, felino de 0,75m de altura,1,20m de comprimento e 0,60m de cauda. Aparece no Canadá e na parte meridional da América do Sul, principalmente nas montanhas rochosas e nos Andes. Vive bem tanto em florestas cerradas como em campos abertos. Ataca e trucida indiscriminadamente ovelhas e cabras, macacos e pássaros.

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial