sábado, 10 de dezembro de 2011

Moíses. Do Cativeiro Á terra Prometida


"Moisés com as duas tábuas do Testemunho, entregue por Deus, escrita com o dedo de Deus. Êxodo 31,18"
DO CATIVEIRO À TERRA PROMETIDA

Há século, algumas tribos nômades da Palestina – que ali chegaram das margens do rio Eufrates – abandonaram o solo semi- árido daquele país e foram para o Egito, fugindo da fome. Mas os egípcios escravizaram-nos . diz a Bíblia que os submeterem a inspetores de trabalhos forçados para os oprimirem com obras penosas, e que lhes amarguraram a vida.

A opressão chegou ao auge quando governava o Egito provavelmente o faraó Ramsés II, da 19ª. Dinastia, no século XIII antes de Cristo (a. C). por sua ordem, os escravos construíram-lhe uma cidade que tem seu nome. Ele simbolizava a divina ascendência do monarca: Ra – mses – ou Ra- moses – significava que o faraó era filho (moses ) do deus Ra. Mas, de quem seria filho um outro homem que passaria à História apenas sob o nome Moses ou Moises ? filho de um homem da tribo de Levi que tomara por esposa uma jovem da mesma tribo – era portanto israelita ou hebreu -, como quer a Bíblia? O significado de Moíses desafia até hoje os filólogos. A explicação bíblica - mo = água + usheh = salvar – isto é salvo das águas, é popular. Então era egípcio? Talvez de fato seja melhor a etimologia egípcia: msi = dar à luz, de onde: mses = filho..


Diz a Bíblia que Moíses, salvo das águas do Nilo, foi educado como nobre pela própria filha do faraó, em ambiente palaciano. E será este nobre – ao menos pela educação – que transformará um punhado de escravos hebreus num grupo nacional coeso e livre.

" A marcha do povo em busca da terra prometida."

Marcadores:

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial