segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Papua-Nova Guiné



A Papua-Nova Guiné (em tok pisin: Papua Niugini), também designado como Papuásia-Nova Guiné[3], Papua Nova Guiné[4] ou Papuásia Nova Guiné[5], é um país da Oceania que ocupa a metade oriental da ilha da Nova Guiné, e uma série de ilhas e arquipélagos, a leste e a nordeste, embora sempre na Melanésia. A única fronteira terrestre que tem é com a Indonésia, a oeste, mas tem fronteiras marítimas com Palau e os Estados Federados da Micronésia, a norte, com as Ilhas Salomão, a sueste, e com a Austrália, através do Mar de Coral, Estreito de Torres e Mar de Arafura, a sul. A sua capital é Port Moresby.

História

A metade oriental da ilha da Nova Guiné foi dividida em duas áreas: uma de administração britânica e outra de administração alemã em 1885. Assim permaneceu até 1902, quando a parte britânica foi cedida à Austrália, que se tornara independente no ano anterior.
Durante a Primeira Guerra Mundial o território pertencente à Alemanha foi ocupado pela Austrália, que continuou a administrar as duas áreas até a independência em 16 de setembro de 1975.
A ilha foi descoberta por navegadores portugueses em 1511, que lhe deram o nome de Nova Guiné. Nos anos seguintes muitos exploradores desembarcaram na ilha, que acabou dividida em três partes: a norte ficou com a Alemanha, a ocidental com a Holanda e a do sul com a Grã-Bretanha, que em 1906 a entregou à administração da Austrália. Vencida na Primeira Guerra Mundial, a Alemanha perdeu sua parte, que passou para administração australiana. Ambas as partes norte e sul fundiram-se numa só após a Segunda Guerra Mundial e constituíram-se no novo país, chamado Papua-Nova Guiné a partir de 1971.

Geografia
A Papua-Nova Guiné é um estado da Oceania que ocupa a metade oriental da Nova Guiné e algumas ilhas próximas, como a Nova Bretanha, a Nova Irlanda ou o Arquipélago das Luisíadas. A outra metade da ilha de Nova Guiné pertence à Indonésia. Tem uma área total de 462.840 km² (452.860 km² terrestre e 9.980 km² de águas internas). Apenas faz fronteira com a Indonésia: essa fronteira tem 820 km de extensão. A sua costa tem um total de 5.152 km. Seu relevo resume-se em planícies costeiras de baixo relevo ao norte e ao sul onde é mais extensa, constituída por florestas tropicais densas e rios caudalosos como o rio Fly, o maior deles, que ruma para o sul até o Golfo de Papua, formando um extenso delta juntamente com outros rios; e o rio Sepik que ruma para o norte da grande ilha. Todos eles têm suas nascentes na grande cadeia montanhosa que percorre a Nova Guiné de leste a oeste, onde no território papuano subdivide-se secundariamente nos Montes Star, Kubor, Owen Stanley, Bismark e entre outras cadeias. Seu relevo culmina-se no Monte Wilhelm ou Enduwa Kombuglu no idioma local, com 4.509 m de altitude, no centro-norte do país, e entre outras montanhas de consideráveis altitudes acima de 3.000 m que acompanham essas cadeias, muitas dessas sendo vulcões ativos ou extintos, incorporando Papua Nova Guiné no chamado Círculo de Fogo do Pacífico. Essa característica geológica acompanha as outras ilhas menores, principalmente as de Nova Bretanha, Nova Irlanda e Bougainville, com vulcões atingindo até 2.000 m de altitude e com atividade presente. A pluviosidade frenquente - uma das maiores do mundo - na quase totalidade do país, caracteriza o clima equatorial, a vegetação de selva densa e rios sempre perenes.

Marcadores:

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial