domingo, 5 de dezembro de 2010

http://allofthemitology.blogspot.com/2008/03/zeus-deus-dos-troves-senhor-do-monte.html

Mut - Esposa do deus Amon

Mut é esposa do deus Amon não se sabe ao certo quem é seu pai, de acordo com algumas histórias ela nem teria pai, pois seria uma versão da deusa primordial Amaunet (antiga esposa de Amon) que surgiu do nada.
Mut é mãe do deus Khonsu e mãe adotiva do deus Montu, é considerada uma deusa falcão apesar de não ter uma, antes do deus Amon começar a fazer sucesso Mut era vista como uma deusa muito poderosa, mas depois do sucesso de Amon ela começou a ser vista apenas como sua esposa, sendo que nem se sabe mais ao certo do que Mut é deusa.





Montu - deus falcão da guerra

Montu é o deus da guerra, é associado a destruição causada pelo calor do sol, tem uma cabeça de falcão e usa o símbolo solar com duas grandes plumas.
Montu foi muito comparado com o deus grego Apolo devido as suas características solares e guerreiras, também foi muito confudido com o deus Khonsu que é uma divindade lunar.
Não se sabe muito a respeito dos pais de Montu o que se sabe é que ele seria filho adotado da deusa Mut, mulher de Amon, mais tarde Montu foi combinado com o deus formando assim o deus Montu-Rá, não chegou a fazer muito sucesso.
Houve uma época em que o deus Montu era representado com quatro cabeças cada uma apontando para um lado para vigiar os pontos cardeais.
Montu foi por muito tempo servo do deus Amon.



Khonsu - deus da lua, do tempo e do conhecimento

Khonsu filho do deus Amon e da deusa Mut.
Khonsu é visto de duas maneiras diferentes uma delas lembra o deus que é um falcão, mas diferente do deus , Khonsu é visto com o símbolo lunar na cabeça em vez do solar, outra forma lembra o deus Osíris porém com uma trança egípcia infantil e com o símbolo lunar da cabeça em vez da coroa com plumas.
Khonsu utiliza os símbolos lunares por ser deus da lua, sua aparência foi muito confundida com o deus da guerra Montu devido a terem a mesma cabeça de falcão e utilizarem os mesmos símbolos, a única coisa que os diferencia é o chapéu.
Khonsu por ser um deus do conhecimento adora jogar Senet (um jogo de tabuleiro) com o deus Toth.


Imhotep - Arquiteto, médico e mago

Imhotep é por alguns considerado um arquiteto, por outros um médico, por outros um mago e por outros um deus.
Imhotep aparece no filme "a múmia" como um ser cruel e vingativo, mas na verdade o pouco que se sabe de Imhotep é que ele foi quem arquitetou a primeira pirâmide do Egito em Sacará, ele arquitetou essa piramide para o faraó Djoser, de quem Imhotep era vizir ou ministro-chefe.
Imhotep foi com certeza a primeira figura de arquiteto e de médico a surgir claramente da história.
Ele foi comparado com o deus romano da medicina Esculápio, mas Imhotep é somente um humano que morreu há muito tempo atrás.





Teoria da criação de acordo com a mitologia egípcia

De acordo com a mitologia Egípcia não existia nada só as águas do Caos chamada Nun, um dia saiu dessas águas uma colina de lodo chamada Ben-Ben que tinha o topo dela o deus Atum, um dia Atum começou a sentir mal e vomitou a deusa Tefnut e o deus Chu, estes dois deram origem a Nut e Geb que deram origem a Osíris, Set, Ísis e Néftis.
Apesar de dizerem que só existia Nun eu fiquei sabendo sobre mais 7 deuses, que representavam o local antes do surgimento da terra, existia Nun e Naunet que eram o caos, existia Amon e Amaunet que eram o oculto, existia Kek e Kauket que eram as trevas e Heh e Hehet que eram o infinito.
Ptah resolveu criar a terra ele criou a terra a partir da língua e do coração, o coração representava a inteligência e a língua a criação, Ptah é um deus construtor, mas também era um deus do Caos, pois ele era o deus e Nun e a deusa Naunet juntos, assim ele seria pai de Atum, Ptah criou o ka (alma) de cada ser humano e os corpos provavelmente foram feitos pelo deus Khnum.

Amon - deus criador da vida

Amon é muitas vezes confundido com , mas muitas vezes mesmo, ele é dito como rei dos deuses e pai de Chu e Tefnut, mas na verdade é.
Amon é dito como um dos primeiros deuses a surgirem, ele junto com sua esposa Amaunet representavam as partes não reveladas do mundo sendo chamados apenas de "os ocultos", mais tarde Amon se separou de Amaunet e se casou com a deusa Mut (atenção não confundir com Nut) com quem teve o deus Khonsu.
Amon era quase sempre visto como um homem de barba postiça, mas as vezes era representado pelos animais ganso e carneiro.
Ánubis tem os Anubites e Sobek os petsuchos, também tem seus servos são chamados de Amenemhat, por culpa dos Amenemhats Amon foi muito confundido com , pois eles o deram características solares e o fizeram o deus mais importante de todo o Egito, mas mais tarde foi substítuido por Atum.
Mais tarde se fundiu com o deus e formou o deus Amon-Rá que fez muito sucesso e se tornou o deus mais importante por muito tempo.

Sokaret - esposa de Seker

Sokaret é esposa de do deus Seker, seu nome seria uma variação de Sokar (um dos nomes de Seker), não se sabe muito sobre essa deusa, pois assim como Ret foi criada pelos sacerdotes para ser o par perfeito de Seker.
Sokaret é protetora dos artesões como seu marido, na verdade ela é Seker só que numa forma feminina, não estou escrevendo muito sobre essa deusa por que não há muito o que falar dela somente que era o duplo feminino de Seker.

Seker - "o que está encerrado"

Seker é um deus misterioso, não se sabe ao certo quem são seus pais, seus poderes ou do que ele é deus, dizem que ele é a reencarnação de Osíris depois de morto, então seria filho de Nut e Geb, assim como Osíris, Seker vive em Imhet (a terra dos mortos), mas em vez de julgar os mortos ele simplesmente guardava o portão assim como Cerberus (mitologia grega), enquanto ele fica em seu posto impedindo que os mortos saiam ele se alimenta do coração dos defuntos.
Seker foi muito confudindo com o deus Ptah, afinal os dois eram mostrados mumificados segurando um cajado e os dois eram deuses construtores, Ptah criava construções em pedra e argila, mas
Seker criava os ossos dos soberanos e também os perfumes utilizados em cerimônias divinas e os dois eram deuses que protegiam os artesões, mas acabaram se fundido criando o deus Ptah-Seker.
Seker tinha um barco chamado Henu, que era formado de alguns ossos de sacerdotes, sua proa tinha o formato de um crânio de um antílope e sua popa tinham 3 pares de pequenos remos.
Por ser consideradoreencarnação de Osíris acabou se fundido mais uma vez formando o deus Ptah-Seker-Osíris.
Seu nome Seker significa "o que está encerrado", assim como tinha uma versão feminina chamada Sokaret, provavelmente teria a deusa Sekhmet como consort

Ptah - o deus construtor

Ptah é um deus construtor, assim como Khnum e Seker, mas diferentemente deles ele está apenas associado a construção de materiais físicos e sem vida, por isso é comparado com Hefesto (mitologia grega).
Ptah foi casado com Sekhmet e mais tarde com Bastet, não se sabe ao certo com qual das duas foi pai de Nefertum, Mihos e Imhotep.
Ptah era representado como um homem mumificado segurando um cetro, começaram a confudir Ptah com Osíris talvez por que os dois eram mumificados, e a confundi-lo com Seker também, então acabaram se fundindo e criando um novo deus chamado Ptah-Seker-Osíris.
Alguns dizem que Ptah era o criador de , mas isso é mentira, na verdade o criador de é o poderoso modelador Khnum.
Antigamente Ptah era o deus mais poderoso que existia, mas perdeu sua autoridade para Amon e , mais tarde esses dois deuses também se combinaram e formaram o deus Amon-Rá.

Petsuchos - os servos de Sobek

Os Petsuchos eram representados como simples crocodilos, não haviam nada de diferente, exceto sua mente, pois os Petsuchos tinham pensamentos e eram servos do deus crocodilo Sobek, Petsuchos quer dizer "aquele que serve a Sobek".
Também é dito que em vez de existirem vários Petsuchos só havia um, que era um monstro velho e mimado por Sobek, tinha anéis de ouro nas orelhas e braceletes dourados nas patas traseiras, Sobek dava tudo que Petsuchos queria, quando queria, Sobek o alimentava constantemente com humanos ainda vivos, quando ele morreu foi mumificado e trocado por um outro crocodilo.
Os Petsuchos tem uma certa ligação com o sol, utilizando ela para sobreviver, os egípcios devem ter tido essa idéia dos petsuchos ao ver os crocodilos tomando banho de sol.

Sobek - senhor das águas

Sobek é o deus crocodilo do Egito, mas foi chamado pelos gregos de Suchos, o que lembra os servos de Sobek, os chamados Petsuchos.
Sobek é muito visto como um deus bom, sendo deus da fertilidade, da vegetação e da vida, ele é dito como o criador do rio nilo, que foi criado a partir de seu suor.
Sobek nem sempre foi considerado um deus bondoso, quando ele surgiu das águas primordiais do caos como "o senhor das águas", era temido por seu aspecto malígno, e era chamado de dêmonio de Duat (local onde Osíris julga os mortos), acabou se associando com Seth, pois causava muito perigo e desordem, também é dito que depois de Seth matar Osíris, ele se escondeu num corpo de crocodilo, para não receber castigo pelo seu crime, e o crocodilo se tornou Sobek.
Sobek era dito como filho de Set com Neit.

ções


Taueret é a uma deusa da fertilidade, das mulheres grávidas e é protetora das embarcações as vezes é chamada de demonio, apesar de ser dita com filha de , Taueret era a esposa-demonio de Apep, sendo uma deusa do mal, mas como Apep só aparece a noite, Taueret acabou se tornando boa, mas só durante o dia, durante a noite ela voltava a ser má.
Taueret demonstrou sua bondade lutando ao lado de Hórus contra o deus Seth e acabou se tornando braço direito de Osíris e Ísis.
As vezes ela é chamada de Sobek, mas Sobek é um deus homem, líder dos petsuchos, um deus crocodilo e Taueret é uma deusa hipopótamo que tem como característica de crocodilo apenas seu rabo e talvez os dentes, Taueret tem patas de leão corpo de hipopótamo e cabeça também de hipopótamo e um rabo de crocodilo.

Bes - deus da alegria

Bes é um deus anão e muito alegre é gordo, barbudo e feio ao ponto de se tornar engraçado, ele é um bobalhão, mas não que nem Loki (mitologia nórdica), Bes só queria saber do bem das pessoas e dos deuses, não desejava mal a nenhum ser vivo.
Bes é deus da alegria e do prazer, protetor das crianças e dos partos, quando a criança começa a rir sem nenhum motivo os pais acreditavam que era
Bes que estava em algum lugar fazendo caretas, Bes depois do nascimento da criança ficava andando em círculos balançando um chocalho para assustar os demonios que tentavam fazer algo de mal ao bebe, ele também ficava brincando com o bebe.
Bes é um deus muito interessante, pois diferente de todos os outros deuses egípcios, Bes é o único que ficava com a face pra frente, pois todos os outros deuses ficavam de perfil, Bes
as vezes é representado com a língua de fora e segurando um chocalho, ele também tinha algumas caracteristicas felinas como suas orelhas de gato.

Harpócrates - deus do silêncio

Harpócrates é o deus do silêncio, quem curte mitologia certamente o conhece, Harpócrates é o deus Hórus na sua infância, representado de uma maneira diferente o deus Hórus recebe o nome de Harpócrates,.
Harpócrates normalmente era representado como uma criança de trança (como as crianças egípcias usavam naquela época), saindo de uma flor de lótus, sempre com o dedo na boca, como se estivesse pedindo silencio.
Harpócrates é filho de Ísis e de Osíris, sua mãe Ísis o escondeu num pantano para esconde-lo de seu tio Seth, mas Ísis deixou Hathor para cuidá-lo, Harpócrates também é o protetor das crianças e da infância, pois tinha a imagem do deus protetor da infancia Bes em sua cabeça, algumas vezes ele era representado em cima de crocodilos em vez de uma flor de lótus, assim lembrando a imagem de Hórus em cima dos crocodilos.
Seu nome Harpócrates singnifica "Hórus criança" ou "menino".

Apep - a serpente gigante

Galera vocês não fazem a menor idéia de como foi dificil achar uma imagem bacana de Apep ou Apófis, e também de como foi dificil achar uma história desse monstro, mas eu achei até que enfim.
Apep é uma serpente marinha cujo o único objetivo na vida é devorar o deus , também é considerada como um dragão ou um demonio, ela vive no subterraneo todo o dia, mas ao anoitecer procura o deus para matá-lo, mas nunca consegue acaba sendo morta, mas por ser uma criatura imortal ela ressucita durante o dia e se prepara para lutar mais uma vez contra .
Apep é um símbolo de maldade, caos e trevas, sendo que recebeu os títulos de "lagarto terrivel" e de "serpente do nilo".
Apep era principal inimiga de , porém acabava sempre tendo que lutar com outro deus, já batalhou e foi morta por Seth, por Mafdet, por Mihos e vários outros, Apep tinha um oposto na mitologia egípcia que se chamava Ka-En-Ankh Nereru.

Sekhmet - deusa da guerra e das doenças

Sekhmet é deusa da guerra, já foi muito temida no Egito antigo por ser um símbolo da punição de , ela já foi casada com o deus Ptah, mas acabaram se separando e Ptah se casou novamente com a filha de e Sekhmet : Bastet.
Sekhmet também é deusa das doenças, mas revela aos médicos as curas que ela mesma causou sendo assim uma deusa da cura também.
Sekhmet é muito confundida com sua filha Bastet, mas também as duas já tiveram o mesmo marido, ambas são ditas como mães de Nefertum, as duas são deusas felinas que tem poder sobre o sol.
Sekhmet era uma seguidora muito fiel de , ela seguia todas suas ordens cegamente assim como outra seguidora fiel de : a deusa Hathor, o curioso disso é que é dito que a deusa Hathor ao absorver a energia de o abraçando, Hathor toma a forma de uma leoa e desce a terra para destruir a humanidade, assim se assemelhando muito a Sekhmet, pois Sekhmet quase exterminou toda raça humana por uma ordem de .

Bastet - deusa gato da fertilidade

Bastet é uma deusa do sol, ficou muito conhecida como a deusa gato, é deusa da fertilidade e protege as mulheres grávidas.
Bastet é filha de com Sekhmet, Bastet tinha um poder sobre os eclipses solares, uma deusa tinha poder sobre os eclipses lunares era a deusa Ísis que também tomava a forma de gato.
Bastet se casou com o deus Ptah e teve dois filhos com ele Nefertum e Mihos, nos templos de
Bastet eram criados de gato que eram considerados como a própria encarnação de Bastet e quando morriam eram mumificados, sendo enterrados em locais específicos.
havia ordenado que Sekhmet castigasse a raça humana pela desobediência, Sekhmet aceitou com tanta raiva que quase exterminou toda raça humana,
impediu ela de exterminar toda raça humana embebedando ela com cerveja, Sekhmet ficou tão bebada que acabou engravidando de , assim nasceu Bastet.

Signos Egípcios - personalidade

Olá estou aqui novamente para postar sobre a personalidade ou caráter das pessoas de cada signo.
Anubis :
Sabem o valor da luta e da própria batalha, aproveitando o seu potencial intelectual para chegar ao sucesso.
Bastet : Altruístas, com excelente humor e dons especiais que podem variar de acordo com cada um.
Taueret : possuidoras de grande intuição, constantemente confundida com premonição.
Sekhmet : têm um poder de atracção e destaque entre as pessoas, fascinando-as com seu estilo singular.
Ptah : parecem viver descontentes consigo mesmas e com tudo o que as envolve e as rodeia.
Toth : muito enérgicas, que parecem sempre ter a necessidade de estar em movimento para se tranquilizarem.
Ísis : fortes, com múltiplas qualidades, sendo a principal delas a preocupação real com os seres que as rodeiam, dom para o paranormal.
: Atrai bons fluídos para si e para os que estão ao seu redor, por serem dotados de grande poder carismático.
Neit : tem um sentido exacto de justiça e segurança, que adotam a praticidade em tudo o que as envolve, seja profissional ou emocionalmente.
Maat : estão sempre rodeadas por outras pessoas, pois parecem precisar da harmonia que envolve uma relação a dois, acentuando sua dependência.
Osíris
:
dotadas de obstinação e carácter muito rígidos, justamente por terem uma eficaz compreensão do valor real de seu sentimento e dos sentimentos dos outros.
Hathor : têm um grande senso de sensualidade e auto-confiança.

Signos Egípcios

Olá hoje estou postando sobre os signos egípcios, pra quem gostaria de saber seu signo e tal está aqui.
Anúbis - deus da morte (16 de dezembro a 15 de janeiro);
Bastet - deusa do prazer e da dança (16 de janeiro a 15 de fevereiro);
Taueret - deusa do nascimento e da fertilidade (16 de fevereiro a 15 de março);
Sekhmet - deusa da guerra e da luta (16 de março a 15 de abril);
Ptah - deus das artes e dos artistas (16 de abril a 15 de maio);
Toth - deus do conhecimento oculto e da escrita (16 de maio a 15 de junho);
Ísis - deusa da magia (16 de junho a 15 de julho);
- deus do sol (16 de julho a 15 de agosto);
Neit - deusa da caça (16 de agosto a 15 de setembro);
Maat - deusa da justiça (16 de setembro a 15 de outubro);
Osíris - deus da fertilidade e do mundo inferior (16 de outubro a 15 de novembro);
Hathor - deusa do amor e do prazer (16 de novembro a 15 de dezembro).
Os Egípcios davam os signos pelo nome desses doze deuses, pois acreditavam que cada um desses deuses controlavam algumas partes do ano, assim influenciando os nascidos nessa época.

Marcadores:

0 Comentários:

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial