domingo, 5 de dezembro de 2010

Os Deuses Nórdicos.

Bragi - deus da poesia, protetor dos bardos

Bragi é filho de Odin com a giganta Gunnlod, é deus da sabedoria e das poesias, é um dos poucos deuses nórdicos que não gosta de guerrear, Bragi gosta de ficar tocando harpa enquanto declara poesias para sua esposa Iduna deusa do elixir da eternidade.
Bragi durante um banquete com os deuses foi acusado por Loki de ser um deus enfeminado, mas sua esposa Iduna o defendeu e por isso foi acusada por Loki de cometer adultério.
Bragi é protetor dos bardos (poetas de antigamente) e amante de música e poesias.

Iduna - protetora do pomar sagrado

Iduna é a deusa da juventude eterna e da poesia, é esposa do deus da poesia Bragi.
Iduna não tem muitas histórias na mitologia nórdica, sua única importância é a de ser a guardiã do pomar sagrado que dá imortalidade aos deuses, pois de acordo com a mitologia nórdica os deuses são mortais que se alimentam das maçãs de Iduna com as quais eles podem ficar imortais até o Ragnarok.
Iduna foi muito perseguida por Loki, que a acusou de cometer adultério, mas era só mais umas das brincadeiras idiotas de Loki.
Iduna oferece uma maçã por dia aos deuses, as maçãs rejuvenecem os deuses e os deixam mais fortes.

din - Pai da magia, senhor de Asgard



Odin era o maior dos deuses vikings, possuía a poderosa lança Gugnir que nunca errava o alvo, ele andava em seu cavalo sagrado de 8 patas Sleipnir.
Odin também era o deus da sabedoria, para conseguir isso ele arrancou um dos seus olhos e jogou no poço de Mimir em troca de um gole de sabedoria, em seguida ele se enforcou na árvore gigante Yggdrasil, para obter o conhecimento dos mortos em seguida foi revivido por magia, desde então ele sabe de tudo pelos seus dois corvos que rodeam o mundo um deles é
Hugin (pensamento) e Munin (memória).
Odin tinha um gosto muito grande pela batalha, tão grande que ele guardava os mortos abatidos no Valhalla que era um salão da grande fortaleza dele, esses guerreiros iam lutar do lado dos deuses no Ragnarok.
Odin não era bem um guerreiro, mas inspirava os outros a entrarem freneticamente na batalha sem nenhum sentimento ou tremor, os rituias de enforcamento eram feitos em veneração a Odin sendo que o enforcamento era conhecido como um atalho para o Valhalla.
Ele tem diversas amantes mas sua esposa é Frigga.
Odin gosta muito de se desfarçar de um viajante, vestido numa enorme capa azul ou as vezes até cinza, com um chapéu de abas largas que cobrem o olho perdido.
De acordo com a profecia Odin será assassinado por Fenrir filho de Loki, durante o Ragnarok.

Thrud - filha de thor, a mais violenta das valquirias


Thrud é filha de Thor com Sif, meia-irmã de Magni e Modi, ela não é bem uma deusa é simplesmente um guerreira imortal, ele era uma guerreira louca por sangue e nunca parava, até ela virar uma valquíria, as valquírias levavam os guerreiros mortos em batalhas para o Valhalla que era onde os guerreiros mortos ficam até o Ragnarok, para ajudar os deuses na batalha contra o mal.
Thrud diferente das outras valquírias, não é uma seguidora compulsiva da ordem e do respeito, Thrud é a valquíria mais violenta de todo Asgard, se tiver uma batalha ela ataca na hora, diferente das outras valquírias que tentam acalmar os inimigos.
Uma vez um anão chamada Alvin que trabalhava fazendo armadura para os deuses, viu Thrud e se apaixonou, na hora pediu a mão dela em casamento, mas ela se negou, pois achava ridiculo seu tamanho, mas ele continou insistindo, até que Thor pai de Thrud, conveceu o anão a ficar em cima de um morro a noite toda, até chegar o amanhecer, que transformou o anão em pedra, pois os anões não podiam ver o sol, senão viravam pedra.

Beowulf - O obcecado

Beowulf é a estrela do poema com o mesmo nome, na verdade o poema não tem nome, mas é chamado de Beowulf desde o século XIX, é o poema mais antigo escrito em língua moderna e marcou a história medieval, o poema foi uma das fontes para a famosa trilogia "o senhor dos anéis".
Beowulf também tem seu próprio filme, o mais recente feito em 2007 conta história exatamente como deveria ser com algumas pequeninas alterações.
Beowulf é um herói viking que busca intensamente aventuras para ter seu nome lembrado, ele acaba indo até o salão do rei Hrothgar, pois sabe de um monstro que os tormenta chamado Grendel, ele consegue matar o monstro sem utilizar nenhuma arma, apenas suas mãos nuas, mas Beowulf não contava com a mãe de Grendel que aparece mais tarde para vingar a morte de seu filho e começa a criar uma grande chacina e todo povo dinarmaquês, Beowulf a persegue e vai até uma caverna onde luta contra ela e a derrota, depois de um tempo um dragão cruel que foi despertado depois de roubarem uma taça, Beowulf consegue matar o dragão mas acaba dando sua vida pra isso.

Yggdrasil - o eixo do mundo

Yggdrasil é a árvore que de acordo com os nórdicos é o eixo do mundo, a árvore era gigantesca em seu tronco se dividiam os nove mundos e as raízes era onde se encontrava Niflhein (o reino do gelo e das névoas) muitos pensam que Niflhein é o inferno, mas na verdade Helgardh que se localiza em Niflhein que é o inferno.
A árvore de Yggdrasil tem propriedades místicas, suas folhas são capazes de trazer os mortos de volta a vida e seus frutos são capazes de curar qualquer doença.
No topo de Yggdrasil se encontra a moradia dos deuses Asgard, onde se encontra a ponte Bifrost ou ponte arco-íris que se liga com o meio da árvore Midgard (a terra dos homens), Odin se enforcou em um dos galhos de Yggdrasil, mas voltou a vida com mágica.
Em Niflhein existe um dragão chamado Nidhogg que devora sem parar as raízes da árvore com o objetivo de a destruir, mas existem vários animais escondidos em Yggdrasil que distraem Nidhogg um deles é o esquilo Ratatosk.

Beowulf

video

Beowulf é um filme que estreou em 2007, tendo como elenco principal Ray Winstone, Anthony Hopkins, Robin Wright Penn e Angelina Jolie.
Existe outro filme mais antigo que foi feito em 1999 também chamado de Beowulf, baseado na mesma poesia.
Beowulf é um ótimo filme que mostra os demonios e a busca louca por glória dos Vikings e bárbaros de antigamente, também mostra a passagem da mitologia nórdica para a religião cristã.
Sinopse:
Baseado no poema épico, o filme conta a história sobre um homem, Beowulf, que vai à Heorot para libertar a mesma de Grendel, um monstro que a aterroriza. O que Beowulf não espera é a mãe de Grendel.
Enquanto muitos dos traços do filme são fiéis ao poema, outros elementos, como o diálogo, a arrogância enfatizada de Beowulf e Hrothgar, o hedonismo percebido em Heorot, o tempo antes de Beowulf lutar com o dragão, o motivo de Grendel atacar Heorot, e a relação entre a mãe de Grendel e Beowulf, desviam-se do poema original.

Teoria da criação de acordo com a mitologia nórdica

De acordo com a mitologia nórdica no ínicio de tudo existia apenas Musphelhein (reino do fogo) e Niflhein (reino das névoas) e entre os dois existia um grando vazio chamado Ginungagap, um dia a névoa e o fogo se encontraram em Ginungagap e formaram um enorme cubo de gelo, que ia derrentendo aos poucos devido ao fogo de Musphelhein, das gotas do gelo durgiu o primeiro ser um gigante chamado Ymir, Ymir hibernou durante muitas eras, do seu suor nasceu os gigantes e demonios, depois de um tempo surgiu do gelo uma giganta em forma de vaca chamada Audumbla de suas tetas surgiram quatro rios imensos feitos de leite, Ymir começou a se alimentar deste leite.
Audumbla um dia lambeu o gelo e como o gelo era mágico, da lambida de Audumbla nasceu o primeiro deus chamado Buro, Buro deu origem a Borr que foi o primeiro dos Aesir, Borr por sua vez foi pai de Odin, Ve e Vili, esses três deuses resolveram matar Ymir e do corpo do monstro criaram o mundo, os ossos viraram as montanhas e o cérebro as nuvens.
Os primeiros seres humanos foram feitos de madeira e ganharam vida graças a Odin e receberam o nome de Ask e Embla, mas Odin achou que faltava algo nos humanos, seu irmão Ve resolveu contribuir e deu o dom da fala e da palavra, Vili também quis contribuir e deu o dom das emoções e do pensamento.
A lua e o sol surgiram como filhos do gigante Mundilfari com a giganta Glen, eles eram irmãos gemeos, o sol era a deusa Sigel e a lua era o deus Mani.
Não se sabe de onde veio a imensa árvore de Yggdrasil é arvore que sustenta os nove mundos um deles que se encontra no solo da árvore é Midgard a terra dos homens.

Hati & Skóll - filhos de Fenrir

Hati Hródvitnison e Skóll Hródvitnison são filhos de Fenrir com uma giganta não se sabe ao certo o nome da giganta, mas se sabe que ela habita o leste de Midgard pelas florestas Járnvid, essa giganta é além de giganta é bruxa também e é mãe de vários gigantes que tem a forma de lobo.
Hati e Skoll são considerados lobos celestiais, pois ambos correm a sua vida toda atrás dos corpos celestes Sigel (sol) e Mani (Lua),
Hati persegue o deus Mani enquanto Skóll persegue a deusa Sigel, seu objetivo é devorar os dois corpos celestes e juntos criarem um eclipse para libertar seu pai do grilhão Gleipnir.
De acordo com a profecia, antes de se iniciar o Ragnarok Hati e Skóll alcançaram e devoraram o sol e a lua e juntos criaram um eclipse que soltará Fenrir dos grilhões Gleipnir e assim se iniciar o Ragnarok.

Mani - deus da lua

Mani é o deus da lua, irmão gêmeo da deusa Sigel, por serem irmãos gêmeos são muito comparados com Artemis e Apolo (deuses do sol e da lua da mitologia grega) que também são gemeos.
Filho dos gigantes Mundilfari e Glaur, assim como sua irmã Sigel, Mani é constantemente perseguido por um lobo sangrento chamado
Hati que o persegue durante a noite com o objetivo de matá-lo e libertar seu pai Fenrir.
De acordo com a profecia durante o Ragnarok Hati alcançará Mani, o matará e o devorará criando um eclipse junto com seu irmão Skoll, assim libertando seu pai Fenrir que está aprisionado pela corrente Gleipnir.


Dagr - deus do dia

Dagr é o deus do dia, filho da deusa Nott com o deus Delling.
Dagr é conhecido como o brilhante, ele ascende as luzes do céu e da terra com seu cavalo branco chamado Skinfaxi, seria equivalente ao cavalo Hrimfaxi de sua mãe, todos os dias ele ascende o céu e a terra, depois de um tempo chega sua mãe Nott para apagar suas luzes e ascender as luzes da noite.

Sigel - deusa do sol

Sigel é filha do gigante Mundilfari com a giganta Glaur, se casou com Glen.
Sigel é deusa do sol, na verdade ela seria considerada a personificação do sol, todo dia Sigel corre em sua carruagem levada por dois corcéis chamados Arvak e Alsvid, pois foge do lobo chamado Skoll, filho de Fenrir, que tem o desejo de matá-la
, seu irmão gemeo Mani que é deus da lua também é perseguido pelo filho de Fenrir, mas é outro filho chamado Hati.
Sigel as vezes era chamada de Alfodrull que quer dizer "gloria dos elfos".
De acordo com a profecia, durante o Ragnarok Skoll alcançara e matará Sigel, criando um eclipse junto com seu irmão Hati, que ira libertar a fera Fenrir.


Nótt - deusa da noite

Nótt é filha do gigante Narvi, junto com Naglfari foi mãe de Audr, mas ela se separou e se casou com Annar com quem teve sua filha Jord, se separou novamente e se casou com Delling que era um deus como ela, diferente de seus outros maridos, junto com Delling ela teve seu filho Dagr, ela e Delling ficaram juntos para sempre.
Nótt é a deusa da noite tem um cavalo chamado Hrimfaxi que acende as luzes da noite, Nótt atravessa o mundo junto com seu cavalo negro para espalhar a noite, depois de um tempo chega o seu filho Dagr em seu cavalo branco Skinfaxi para espalhar o dia.



Tyr - deus da guerra e da batalha

Tyr é deus da guerra também dito como deus da coragem, é filho do gigante Hymir (atenção não confundir com Ymir), mas passou a ser considerado filho de Odin devido a sua íncrivel coragem e sua íncrivel sede por batalhas.
Tyr é um guerreiro muito corajoso, é considerado guardião da justiça, ele só tem uma mão, pois uma delas foi arrancada por Fenrir filho de Loki ao tentar acorrentar o animal.
Tyr se tornou um símbolo muito grande de coragem, tanto que se criaram vários derivados do nome Tyr, para os homens, por exemplo : Agantyr, Bryntyr, Hjalmityr, Sigtyr, Valtyr e vários outros.
Alguns rituais eram feitos em homenagem a Tyr, mas diferente de alguns outros os seus rituais envolviam sacrifícios humanos, aqueles que perdiam a guerra eram presos em árvores, pelos braços, as vitimas ficavam presas até a morte, os germânicos acreditavam estar sendo corajosos que nem Tyr ao fazer uma ato desses, mas não se passava de uma covardia e chacina.

Hugin & Munin - os corvos de Odin

Hugin e Munin são os corvos de Odin, eles se sentam toda a noite ao lado de trono de Odin para lhe contar o que viram, pois são mensageiros pessoais de Odin.
Hugin é o pensamento, enquanto Munin é a memória, eles simbolizam as capacidades ilimitadas do homem, todas vez que morriam a maioria das vezes por culpa de Loki, eles eram revividos por magia e reapareciam no pálacio de Odin.
Hugin e Munin viajam todo dia ao redor do mundo e vêem tudo, observando os mínimos detalhes e a noite contam a Odin, pois ele era cego de um olho e não podia cuidar de Midgard e de Asgard ao mesmo tempo.

Surt - senhor dos gigantes do fogo

Surt é o senhor dos gigantes do fogo, ele governa Muspelheim o reino do fogo, ele não tem nenhuma importância significativa na mitologia nórdica, apenas no fim dos tempos (Ragnarok), sua única importância é de ser o guardião de Muspelheim, ele fica na entrada do reino e não permiti ninguém entrar.
Surt tem uma terrível espada de cor vermelha sangue que é capaz de queimar qualquer coisa que toque.
De acordo com a profecia Surt durante o ragnarok queimará todos os mundos com sua espada, apenas a floresta de Hodmimir não será queimada, pois é o único lugar que sua espada é incapaz de queimar ou destruir, de lá sobreviveram vários humanos durante o Ragnarok.
Durante o Ragnarok Surt matará o deus Freyr que estará desarmado, enquanto sua tropa de gigantes de fogo marcham para o norte, para aniquilar os deuses.

Sleipnir - a montaria sagrada de Odin

Sleipnir é um cavalo mágico de oito patas capaz de voar, de ir ao mundo dos mortos e também é o cavalo mais rápido entre os reinos, ele é filho do deus Loki com o cavalo cinza Svadilfari, não era um égua era um cavalo mesmo, eu explico é que quando Thor o matador de gigantes estava fora de Asgard matando gigantes, um Hrimthurs (gigantes de gelo) apareceu em Asgard e se ofereceu a reconstruir a muralha que estava caindo em troca do sol, da lua e da deusa Freya, os deus aceitaram, mas deram a ele seis meses, pois senão Thor voltaria e o mataria, o gigante aceitou a condição e aproveitou para perguntar se poderia utilizar seu cavalo cinza Svadilfari, antes que os deuses pudessem responder Loki permitiu, os deuses ficaram meio irritados com Loki, e disseram que se eles perdessem a muralha iam torturar eternamente Loki,
Loki idiota como é atraiu o garanhão Svadilfari se transformando numa belissima égua branca, o gigante ao ver que havia sumido seu cavalo irritado começou a distruir a muralha, mas chegou Thor o esmagou com seu martelo (Mjolnir), Loki engravidou do cavalo e teve Sleipnir, os deuses resolveram não torturá-lo, pois acharam que a gravidez já havia sido o bastante.
Sleipnir havia runas (alfabeto antigo) esculpido em seus dentes.

Freya - deusa da sensualidade

Freya é a deusa da sensualidade, da luxúria, do sexo, do amor, da magia e da adivinhação.
Ela teve diversos amantes, mas o principal deles foi
Odur seu marido que quase nunca fica em Asgard fazendo com que Freya fique chorando lagrimas de ouro enquanto ele não vem, por isso Freya também é considerada deusa da riqueza.
Freya é filha do deus vanir Njord com a giganta Skadi, apesar de Freya ser uma deusa vanir ela mora em Asgard, pois ela e mais dois deuses vanir se mudaram para Asgard como símbolo de amizade.
Freya é a lider das valquirias e tem um salão só dela em Asgard se chama Sessrumnir onde Freya ficara com alguns dos guerreiros mortos de Odin (Einherjar).
Existe uma história que a deusa Freya usa um colar que todos que o já viram o acharam o artefato mais belo de toda sua vida, para conseguir isso Freya teve que dormir com 4 anões cada um em um dia para que eles fizessem para ela, o colar era chamado de Brisingamen.

Freyr - rei dos Ljósálfar

Freyr é filho de Njord com a giganta Skadi, irmão de Freya e marido da giganta Gerda, ele é deus de várias coisas, é deus da fertilidade, da prosperidade, da agricultura, da alegria, do tempo da paz e etc; mas ele é mais conhecido por ser senhor de todo reino de Alfheim (reino dos Ljósálfar), assim se tornando e rei e deus dos Ljósálfar (elfoz da luz).
Freyr tem um cavalo mágico que é capaz de saltar sobre qualquer tipo de obstáculo, mas Freyr também tem um javali mágico feito de ouro, criado pelos anões Brokk e Sindri, deu o nome de Gulinbursti esse javali carrega uma carruagem como cavalo e sua pele de ouro reluz a noite, também tem uma espada mágica que se movimenta e ataca sozinha no ar mesmo se for perdida e um navio gigantesco que é capaz de transpotar todos os deuses, mas pode ser dobrado até ficar do tamanho suficiente para botar no bolso, Freyr deu nome de Skidbladnir para seu navio.
Freyr é um deus muito calmo e tranqüilo e odeia guerrear.
De acordo com a profecia durante o Ragnarok Freyr dá sua espada mágica para seu servo Skirnir, e sem a espada Freyr é atacado pelo gigante Beli, Freyr o mata com um chifre de alce, mas depois é morto pelo gigante de fogo e senhor do Ragnarok Surt.

Skadi - deusa das monstanhas

Skadi é uma giganta do gelo filha do gigante Tiazi, é mãe de Freyr e Freya.
Quando seu pai Tiazi foi morto por uma das brincadeiras de Loki, Skadi ficou tão irritada que foi reclamar com os Aesir que eram incapazes de bater numa mulher, mas Skadi não sabia que seu pai havia sido morto por Loki ao seqüestrá-lo e falar que só iria liberta-lo em troca da mão da deusa Idun em casamento, mas Loki se soltou e o matou numa brincadeira.
Voltando ao assunto dos Aesir, Skadi foi reclamar com os Aesir pelo assassinato de seu pai, os Aesir tentaram recompesa-la lhe oferecendo um deus para ela se casar, quando ia escolher ela olhou somente pelos pés, pois o resto estava tapado, ela escolheu o que havia os pés mais bontios pensando ser Balder, mas ao olhar era Njord, os dois se casaram e desse casamento tiveram dois filhos: Freyr e Freya.
O casamento de Skadi não deu muito certo, por isso se divorciou e mais tarde se casou com o deus Uller filho de Sif com Thor.

Fenrir - o primogenito de Loki

Fenrir é filho de Loki com a giganta Angrboda, é o mais velho entre as três monstruosidades. Fenrir tem dois filhos Hati e Skoll, eram eternos perseguidores que corriam atrás da lua e da sol, Skoll perseguia a deusa Sigel deusa do sol e Hati perseguia Mani deus da lua.
Hel ficou presa no interior de Niflheim,
Jormungard nas profundezas do oceano, mas Fenrir foi o mais díficil de prender dentre seus irmãos, afinal Odin foi quem prendeu Hel e Jormungard, mas para prender Fenrir, Odin necessitou da ajuda de todos os Aesir, primeiro o prenderam numa corrente de ferro que foi chamada de Loedingr, mas ele a arrebentou com muita facilidade, depois o prenderam novamente numa corrente de ferro só que essa era duas vezes mais forte chamada de Drómi, mas Fenrir a arrebentou com a mesma facilidade, sendo assim Odin pediu ajuda ao anões, os anões fizeram um grilhão com ingredientes mágicos eles chamaram de Gleipnir, mas agora eles tinham que conseguir amarrar o lobo, que já havia caído em duas das armadilhas, sendo assim Odin levou Fenrir e os outros deuses para uma ilha deserta duvidando que Fenrir quebrasse Gleipnir, o lobo suspeitando pediu para que um deus botasse sua mão na boca de Fenrir como confiança o corajoso Tyr fez isso, Fenrir começou a puxar Gleipnir, mas quanto mais ele puxava mais Gleipnir apertava seu pescoço, irritado Fenrir decepou a mão de Tyr.
De acordo com a profecia Fenrir se soltará e matará Odin durante o Ragnarok e será morto por Vidar filho de Odin.

Jormungard - a serpente gigante

Jormungard é o segundo filho de Loki com Angrboda, ou seja é uma das três monstruasidades, assim como os seus irmãos foi capturado e preso por Odin, Hel ficou presa em Niflheim e Jormungard ficou preso nas profundezas do oceano onde ele cresceu até ficar tão grande a ponto de dar várias voltas pela Terra até cobri-lá e ainda morder a própria cauda.
Por ser tão grande Jormungard recebeu o nome de "Serpente de Midgard" ou "Serpente do Mundo", por ser uma serpente gigate é comparada com
Tifon (mitologia grega) até pelos dois serem arqui-inimigos de deuses do trovão (Thor e Zeus).
Jormungard teve várias batalhas contra Thor e será assim até o Ragnarok, pois de acordo com a profecia Thor matará e sera morto por Jormungard.





Arnsaxa - também chamada de a lâmina de ferro


Jarnsaxa foi amante de Thor e com ele teve dois filhos Magni e Modi esses dois herdarão o sagrado martelo de Thor Mjolnir, antes de seus romances com Thor, Jarnsaxa era uma das noves madames da terra também chamadas de mães de Heimdall.
Jarnsaxa era uma gigante, os gigantes eram deuses antigos, eram imortais como os deuses, porém eram maiores (óbvio), e tinham uma força sobre-humana, alguns gigantes não lembravam humanos, podiam ter mais de uma cabeça, ou ter uma cabeça de outro ser, ou até ter forma de outro ser nem um pouco humanóide como é o caso de Fenrir (primeiro filho de Loki) e Jormungad (segundo filho de Loki) eram considerados gigantes, apesar de serem bem maiores que os gigantes normais.
Thor costuma muito entrar no mundo dos gigantes para matar o maximo possivel deles só por diversão.
Jarnsaxa era uma gigante simples, pois existiam gigantes de fogo, de gelo e os normais que é o caso de Jarnsaxa.



Quem gostou das histórias Nórdicas,entrem nesse site, tem muito mais e é lindo o trabalho desse blog.
http://allofthemitology.blogspot.com/search/label/Nórdi

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial