sábado, 26 de março de 2011

aluna surda

23/09 – Aluna deficiente auditiva da Uniban exige na Justiça intérprete de Libras na faculdade.

A acessibilidade nas salas de aula é direito adquirido pelas pessoas com deficiência, porém muitas universidades e escolas ainda não se adaptarem à Lei 5.296 e somente providenciam as adaptações quando pressionados pela Justiça.
Este mês, a Universidade Bandeirante (Uniban) recebeu ultimato do Ministério Público Federal para providenciar intérprete de Libras a uma aluna deficiente auditiva, que faz o curso Gestão de Pessoas e tem prazo de 10 dias para cumprir.
A Uniban contesta dizendo que disponibilizou material didático, porém segundo o processo, a aluna vem tendo dificuldades de aprendizado desde fevereiro e o fato de não possuir intérprete de Libras na sala está atrapalhando o rendimento de seu curso.
Esse exemplo serve de modelo para todos aqueles que pretendem cursar faculdades, cursos técnicos, seja graduação ou pós, e estão tendo dificuldades nas aulas, mesmo que a Lei existe, muitos serão obrigados a seguir o mesmo caminho desta estudante que se viu obrigada a entrar na Justiça para ter seus direitos atendidos.
Confira esta matéria na íntegra no site G1. Clique aqui:

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial