quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Curiosidades. de 2011.

A letra do hino Nacional Brasileiro,de Joaquim Osório Duque Estrada,foi adotada em 1909 (a música já existia desde 1837). Em 1915, o autor introduziu várias modificações. Confira:
Como era e como ficou.

Da Independência o brado retumbante
*De um povo heróico o brado retumbante
Pelo amor da liberdade
*Em teu seio, ó liberdade
Quando em teu céu,risonho e límpido
*Se em teu formoso céu, risonho e límpido
É grande, és belo, impávido colosso
*És belo, és forte, impávido colosso
Dos filhos do teu flanco és mãe gentil
*Dos filhos deste és mãe gentil
Entre as ondas do mar e o céu profundo
*Ao som do mar e á luz do céu profundo
Fulguras, ó Brasil, jóia da América
*Fulguras, ó Brasil, florão da América
Brasil,seja de amor eterno símbolo
*Brasil,de amor eterno seja símbolo
O pavilhão que ostentas estrelado
*O lábaro que ostentas estrelado
Mas, da justiça erguendo a clava forte
*Mas, se ergues da justiça a clava forte.

(os asteriscos mostram como as letras são hoje)

Marcadores:

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial